Caminhoneiro

Frota de caminhões: 7 dicas para uma gestão eficiente

Em um país com dimensões continentais como o Brasil, a tarefa de transportar cargas é altamente complexa. Além de driblar as más condições das estradas, o risco de assaltos e os custos, a missão exige das empresas transportadoras um esmero na logística e cuidado com suas frotas.

A tecnologia desponta como grande aliada nesse intuito. Afinal, com tantas tarefas, é praticamente impossível manter uma gestão prática e rápida sem contar com a ajuda de um aplicativo que consiga unificar de forma criativa soluções eficientes.

Para ajudar empresas e cooperativas na gestão de suas frotas, relacionamos aqui dicas para facilitar o dia a dia, mantendo um controle rigoroso e agilizando processos. Afinal, tempo é dinheiro. E você não vai querer perder para a concorrência.

1 – Programe a manutenção preventiva

Caminhões em boas condições oferecem muito mais segurança e economia nos transportes. É algo que ajuda a prolongar a vida útil das máquinas, evitando a substituição precoce e os altos custos com novas aquisições. Controlar por meio de dispositivo eletrônico a época certa da manutenção facilita a execução desse trabalho.

2 – Controle eficiente dos gastos

Entender o custo da cadeia logística é vital para o sucesso de um empreendimento de transportes. Afinal, o corte de gastos deve ser preciso, baseado em informações relevantes, para não causar problema ao invés de trazer soluções.

3 -Planeje as rotas com precisão

No emaranhado de estradas (boas e ruins) Brasil afora, programar o melhor caminho para seus caminhões é muito trabalhoso, mas um desafio necessário. Afinal, rodovias com buracos em excesso ou sinalização em falta tornam as viagens mais custosas e até mesmo perigosas – isso sem falar nos gastos com combustível e eventual troca de peças danificadas.

4 – Cuide dos motoristas

Zelar pelo condutor da sua carga é importantíssimo. Manter um meio de contato em tempo real com o motorista para tirar dúvidas, passar orientações ou dar dicas de locais de parada ajudam a fidelizar a relação empresa-caminhoneiro. Além disso, a questão da segurança do profissional e da carga exige muita atenção.

5 – Olho no mercado

As tomadas de decisão devem ser rápidas, de modo a garantir o menor custo das operações. Assim, o problema do frete de retorno (quando o caminhão volta para o ponto de destino vazio, mas acarretando um custo) pode ser atenuado. A tecnologia é uma ótima aliada para solucionar este problema de forma rápida e prática. Existem aplicativos que facilitam a busca, conectando empresas de frete com a carga.

6 – Atenção com o desgaste dos pneus

Os cuidados com os pneus são de extrema importância, do ponto de vista de custo e, sobretudo, de segurança. Estar atento ao estado de conservação deles pode antecipar uma necessária troca, evitando problemas e mantendo motorista e carga seguros.

Fato às vezes negligenciado, a calibragem é muito importante para evitar acidentes e também prolongar a vida útil do equipamento. A pressão dos pneus deve seguir as orientações do fabricante. Por isso, verifique periodicamente e não se esqueça do estepe.

7 – Faça o consumo racional de combustível

Cada centavo economizado pode fazer a diferença para uma empresa de transportes. É bom saber os valores de pedágio cobrados nas diferentes rotas de transporte, bem como cuidar para que reabastecimentos ocorram sempre em postos de confiança.

Como já foi dito, a tecnologia é aliada primordial na gestão de uma frota de caminhões. Abastecer através de um aplicativo também já é possível: O Pró-Frotas é o primeiro app de gestão de abastecimentos do mercado, totalmente gratuito e com soluções que trazem mais controle, facilidade e segurança para sua frota. Quer saber mais? Acesso o site profrotas.com e faça já sua adesão.

Etiquetas
Ver mais

Artigos relacionados

Veja também

Fechar
Botão Voltar ao topo

Navegação off-line