Estadão

Quando completar o nível de óleo do carro?

Cuidado é necessário para garantir o bom funcionamento do motor e, assim, evitar dor de cabeça e muito prejuízo

O cuidado com o óleo lubrificante para o seu carro faz parte da lição de casa de todo motorista. Dessa forma, conferir o nível, fazer a troca no tempo certo e cuidar do bom andamento do motor ajudam a garantir a paz para o dono do veículo. Além, é claro, da economia. Por isso, vamos falar mais a respeito a partir de agora.

No caso da troca do óleo por tempo e não por quilometragem, normalmente contaminação e oxidação já estão elevadas. Em geral, deve-se substituir o lubrificante quando ele estiver próximo ou abaixo da marca mínima da vareta de verificação. Entretanto, se ainda não for a hora da substituição, é preciso completa-lo, seguindo a recomendação do fabricante do veículo.

CONFIRA TAMBÉM: Perco a garantia se não trocar na autorizada?

Algumas montadoras, por exemplo, indicam ate mesmo o procedimento para a verificação correta do nível do lubrificante. Assim, em alguns casos, é preciso deixar o veículo funcionando por um tempo determinado, desligando na sequência e aguardando mais um período até observar o nível destacado na vareta. Mas esse procedimento tem variações. Por isso, não esqueça de olhar no manual do carro.

Aliás, cabe ressaltar a importância de usar o mesmo produto. Afinal, a utilização de lubrificante fora da especificação do fabricante pode causar alto consumo de combustível, além do desgaste prematuro do motor, diminuindo sua vida útil.

Olho na viscosidade

De fato, a viscosidade representa a fluidez que o óleo apresenta sob determinada temperatura. Por isso, os mais viscosos exigem mais força para o bombeamento e, assim, fluem com menos velocidade pelo motor. Já os menos viscosos circulam com certa facilidade, permitindo uma lubrificação mais rápida e que alcança cada centímetro das peças.

CRÉDITO: Álvaro Motta/Estadão Conteúdo

E os vazamentos?

A saber, os motivos mais comuns são: excesso de óleo, desgaste da junta do cabeçote (a tampa de fechamento da parte superior do bloco de cilindros), retentores (têm a função de reter óleos, graxas e outros tipos de fluídos) e problema no cárter (espécie de reservatório do óleo).

CONFIRA TAMBÉM: Entenda qual o lubrificante ideal

Dica

Para cuidar do motor do seu carro, é claro, muita atenção ao local escolhido. Assim, é aqui que entra a confiança em um estabelecimento que possua tecnologia de sobra. É o caso da Ipiranga, que conta com a Jet Oil, a maior rede de serviços automotivos do Brasil.

Pois ela garante menor consumo de combustível, aumento na vida útil do motor e, claro, maior segurança para você e sua família. De quebra, possui a linha de lubrificantes mais completa do mercado. E melhor: tem descontos – ou acúmulo de pontos – para participantes do Km de Vantagens, o maior programa de fidelidade do Brasil.

CONFIRA TAMBÉM: Dicas para o caminhoneiro economizar

Isso sem falar na Assistência 24 Horas. Na troca de óleo completa, com qualquer óleo mineral da Lina F1 Master, você ganha 1 mil Km. Já o semissintético vale 2 mil Km. Por usa vez, e o sintético garante 3 mil Km. Mas atenção: essa promoção não é válida para as trocas de óleo realizadas com resgate de Km.

Etiquetas
Ver mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Navegação off-line