Carro & DireçãoCategoriasEstadãoManutenção Automotiva

Deciframos a “sopa de letrinhas” dos lubrificantes

Rótulos possuem informações importantes sobre o produto

Quem costuma frequentar supermercados provavelmente já entendeu a importância de olhar atentamente os rótulos dos produtos. Afinal, informações primordiais estão indicadas nessas etiquetas. Com os lubrificantes a situação é igual.

Por isso, é bom saber o que significa cada detalhe destacado na embalagem dos óleos. Pode parecer uma “sopa de letrinhas”, mas não é difícil entender as informações dos rótulos. Para ajudar nessa tarefa, deciframos para você os itens mais relevantes.

CONFIRA TAMBÉM: Conheça os filtros do carro e quando trocá-los

A regra é clara

Para começar, é importante saber os produtos são controlados pela Agência Nacional do Petróleo (ANP). A Resolução nº 22 do órgão estabelece as normas para os fabricantes. Portanto, é lá onde estão todos os detalhes sobre a rotulagem. Logo no início das explicações, o texto determina a obrigatoriedade da embalagem “possuir informações em português, de forma a não induzir o consumidor a erro com respeito à natureza e às características do produto”.

Além disso, determina que os rótulos precisam possuir informações mínimas sobre: natureza do produto, composição, campo de aplicação, finalidade, benefícios, advertências e precauções. Aliás, é necessário ainda destacar o grau de viscosidade, níveis de desempenho, dosagem recomendada, modo de uso, entre outros detalhes.

Por onde começar?

Agora, vamos falar sobre as siglas encontradas nos rótulos. Para começar: PCMO, MCO e HDMO. Às três abordam a linha do produto. Pois a primeira é destinada a veículos de passeio (Passenger Car Motor Oil). Já a segunda, para motos (Motorcycle Oil). Por fim, a última faz referência aos veículos pesados, como ônibus e caminhões (Heavy Duty Motor Oil).

CONFIRA TAMBÉM: Lubrificantes que ajudam a remover a borra são seguros?

Viscosidade

Disponibilizado por Skitterphoto em www.pixabay.com

Na sequência temos a viscosidade. De acordo com a resolução na ANP, os graus devem ser determinados de acordo com as normas da Society of Automotive Engineers (SAE) ou International Organization for Standardization (ISO). Neste item, todos os produtos trazem a letra W, da palavra winter (inverno, em inglês). Mas por que isso? A sigla indica que o óleo foi avaliado em temperaturas frias do motor, assim como em funcionamento normal.

Dessa forma, a numeração que antecede a letra W indica a viscosidade sob baixas temperaturas. Já o número que aparece após demonstra com uma temperatura de 100 graus centígrados. Mas aqui não tem espaço para “achismos”. Portanto, lembre-se que a viscosidade ideal está indicada no manual do veículo.

Aliás, a atenção recai também sobre o tipo de lubrificante. Essa especificação aparece acima ou abaixo da viscosidade. Pois ela indica se o produto é sintético, semissintético ou mineral.

Aqui estão alguns exemplos para facilitar o entendimento. O Ipiranga F1 Master 0W20 SN é um lubrificante 100% sintético. Por sua vez, o Ipiranga F1 Master Performance Verde 5W30 SN é semissintético. Já o Ipiranga F1 Master Protection 25W60 SL é um óleo mineral. Para conhecer a linha de lubrificantes mais completa do mercado, basta clicar no link.

Desempenho

Por último, destacamos a especificação API. Do inglês American Petroleum Institute, a sigla define níveis de desempenho que os lubrificantes devem atender. Aliás, ela divide os óleos em duas categorias. C é para os motores a diesel. Por sua vez, S demonstra que o produto atende a carros a gasolina, etanol, flex e GNV. As outras letras que aparecem na sequência indicam a qualidade do óleo (J, L, M…).

CONFIRA TAMBÉM: Abastece Aí tem descontos e muito mais

De olho na troca

A troca do óleo deve ocorrer de acordo com a indicação do manual do fabricante do veículo. Entretanto, é importante verificar o nível e, se necessário, promover a substituição antes do veículo ser submetido a condições severas, como trânsito muito intenso e altas temperaturas.

Dessa forma, é recomendado observar o nível do óleo quando for abastecer o veículo. Para não errar, conte com a ajuda dos profissionais especializados e treinados à disposição nos postos Ipiranga.

Afinal, é primordial contar com a ajuda de alguém de confiança. E mais: na Jet Oil, por exemplo, é possível utilizar os Km acumulados do Km de Vantagens para obter ótimos descontos.

Etiquetas
Ver mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Navegação off-line