CategoriasEstadãoFutebol

Conheça algumas curiosidades sobre o Brasileirão

Participantes do Km de vantagens têm descontos nos ingressos

Faltando poucas rodadas para o fim do primeiro turno, o Brasileirão está pegando fogo. Afinal, tem disputa acirrada tanto no topo da tabela quanto para fugir da zona de rebaixamento. Mas não importa a classificação: para acompanhar seu time de perto pagando menos, no estádio, basta contar com o Km de Vantagens.

Pois participantes do maior programa de fidelidade do Brasil têm desconto no ingresso. Quer saber mais? Então, acesse kmdevantagens.com.br e confira todas as partidas disponíveis.

Brasileirão

Aqui, histórias não faltam. Pois o Campeonato Brasileiro como o conhecemos começou a ser disputado em 1971. Mas, antes disso, outras competições nacionais indicavam o melhor time do País, como a Taça Brasil e o Torneio Roberto Gomes Pedrosa, o Robertão. Já em 2010, a CBF reconheceu os títulos de 1959 até 1970. E quantos craques – e histórias curiosas – desfilaram por nossos gramados há várias décadas!

Por exemplo: você sabia que, segundo a Federação Internacional de História e Estatística do Futebol, o Brasileirão é considerado o terceiro torneio nacional mais disputado do mundo. Segundo a lista, ele fica atrás apenas da Premier League inglesa e La Liga, da Espanha.

Mas tamanha competitividade já dividiu espaço com a bagunça dos nossos dirigentes. Pois em 1979, por exemplo, participaram da competição 94 clubes. Já em outras ocasiões, os times seguiram fórmulas de disputa dignas de estudos por engenheiros da Nasa. Quer um exemplo? Pois em 1974 houve quem avançasse de fase tendo como critério de desempate a renda.

CONFIRA TAMBÉM: Abastece Aí tem descontos para encher o tanque e muito mais

Donos da bola

Romário é um dos artilheiros da história do Campeonato Brasileiro
Romário foi artilheiro do Brasileirão aos 39 anos – Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

Já quando o tema é gol, ninguém fez mais em uma única edição de Brasileirão do que Washington. Pois o Coração Valente, como é chamado, anotou 34 pelo Atlético em 2004. Na ocasião, o torneio, segundo no formato de pontos corridos, tinha 24 clubes e 46 rodadas.

Ao longo de toda a história, o maior número de bolas na rede em nacionais é de Roberto Dinamite. Aqui, o eterno ídolo do Vasco anotou 190 tentos, sendo artilheiro em duas ocasiões (1974 e 1984).

E o que falar do baixinho Romário? O craque da conquista do tetra em 1994 é o artilheiro mais longevo da história do Brasileirão, aos 39 anos. Pois o fato ocorreu na edição de 2005, quando assinalou 22 gols em 31 jogos.

CONFIRA TAMBÉM: Jogos que viraram filmes e vice-versa

Campeões aos montes

Pelé é um dos jogadores com maior número de título do Brasileirão
Pelé é um dos três atletas com maior número de títulos da competição – Fábio Motta/Estadão Conteúdo

Aqui, cabe ao Santos duas primazias na história da competição. É da Vila Belmiro os três atletas com mais títulos da competição (Pelé, Pepe e Lima), com seis conquistas cada. Além disso, o Peixe é o único clube que, nos anos de 1962 e 1963, faturou o Nacional e a Libertadores.

Também vindo do Santos, Luís Alonso Peres, o Lula, é o técnico com mais conquistas – cinco. Aliás, sua marca foi igualada décadas depois por Vanderlei Luxemburgo, mas em diversos clubes (Palmeiras, Corinthians, Cruzeiro e Santos).

Maiores e menores

Conviver com bons públicos nos estádios, especialmente nos últimos anos, tem sido uma frequente no Brasileirão. Pois a média do certame atual, por exemplo, é de 20.791 torcedores. A liderança é do Flamengo, com mais de 47 mil pagantes por jogo.

Aliás, foi em um jogo do Rubro-Negro, por sinal, o maior público da história do Brasileirão. Na finalíssima da Taça de Ouro de 1983, no Maracanã, o time de Zico e companhia levantou sua terceira taça sob os olhares de impensáveis hoje em dia 155.253 espectadores.

Mas nem só de casa cheia vive o Nacional. Houve jogos de públicos ínfimos, dignos de almanaque. Pois foi o que aconteceu em 1997. Já eliminados, Juventude e Portuguesa se enfrentaram, em partida da fase semifinal, para apenas 55 pessoas.

Etiquetas
Ver mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Navegação off-line

Fechar