CategoriasMúsica

Veja como acompanhar a gravação do DVD do Xande de Pilares

Artista se apresenta no Km de Vantagens Hall no Rio de Janeiro em novembro

Um dos grandes nomes do samba na atualidade, Xande de Pilares tem a mistura certa de poesia e agito, tudo bem temperado. Desde os tempos do Grupo Revelação, o cantor que hoje tem o seu hit Tá Escrito na abertura da novela das 21 horas da TV Globo, A Dona do Pedaço, mostrava uma estrela que tinha que brilhar, como diz sua canção.

Pois tamanho êxito merece uma celebração. Com isso, a festa ocorrerá no dia 22 de novembro, no Km de Vantagens Hall, no Rio de Janeiro. Na ocasião, acontecerá a gravação do DVD Nos Braços do Povo, o primeiro da carreira solo. Aliás, o show contará a participação de vários artistas convidados. Entre os nomes confirmados: Diogo Nogueira, Tiê, Jorge Aragão e Mumuzinho.

Aqui, vale lembrar que participantes do Km de Vantagens têm desconto na hora de garantir a entrada. Dessa forma, com R$48 mais 300 Km, dá para obter um ingresso para o espetáculo e, assim, curtir samba da melhor qualidade.

O show

Xande levará para o palco músicas que pontuaram sua caminhada desde a década de 1980. Pois o setlist vai contagiar a galera com muito samba de raiz e, claro, convidados que são verdadeiros “bambas”. Aqui, não faltarão sucessos como Deixa Acontecer, Grades do Coração, Fala Baixinho (shhh) e Samba de Arerê, entre outros. O músico contará com a banda Arca de Noé.

Trajetória

E pensar que o menino que ia às rodas de samba com a mãe se tornou um dos expoentes da música brasileira. Como atesta o Dicionário Cravo Albim da Música Brasileira, escrito pelo pesquisador musical Ricardo Cravo Albim, Xande era audodidata e, aos 10 anos, aprendeu a tocar violão. Para abraçar o cavaquinho, foi um pulo.

Em 1992, ele fundou o Grupo Revelação. Pois o sucesso era questão de tempo, referendado com o disco e DVD Revelação Ao Vivo – no Olimpo, que atingiu a marca de 800 mil cópias vendidas. Dele, surgiu uma roda de samba semanal que também marcou época no Rio.

Os anos passaram com sucessivos sucessos, como em Velocidade da Luz, de 2006, também com vendagem próxima do milhão de cópias do CD. Entre composições próprias, parcerias e participações especiais, tocou com gente do quilate de Almir Guineto, Zeca Pagodinho, Beth Carvalho e Arlindo Cruz – alguns deles gravando músicas de sua autoria.

Tema da Copa

Aliás, Tá Escrito, hoje em horário nobre na TV, já tinha sido adotada em 2014 pela seleção brasileira como tema na campanha da Copa do Mundo disputada em casa. O hexa não veio, mas a música ficou lembrada como um hino à persistência.

Em 2015, Xande de Pilares deixou o Revelação para seguir carreira solo. Dois anos depois, lançou o CD Esse menino sou eu, com participação de Jorge Aragão.

Mas a carreira nos palcos não o afastou de outra paixão: o Salgueiro. Tanto que, em 2017, a escola carioca levou para a Sapucaí um tema com sua participação, baseado no enredo Senhoras do Ventre do Mundo, fora algumas participações no carro de som da agremiação.

Esse é o currículo de Xande de Pilares, um sambista que não ignora a tradição, reverencia os velhos mestres, mas não deixa de olhar adiante. Afinal, “tá escrito”.

Etiquetas
Ver mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Navegação off-line

Fechar