CategoriasTurismo

Bem-vindo a Tóquio: detalhes da sede dos Jogos Olímpicos

Confira ótimas dicas para aproveitar ainda mais a viagem ao Japão

Este ano, você certamente ouvirá falar muito sobre Tóquio. Afinal, a capital japonesa receberá, a partir de julho, os Jogos Olímpicos e Paralímpicos. Certamente, o maior evento esportivo do ano prenderá a atenção de bilhões de pessoas.

Mas muitos certamente atravessarão o mundo para acompanhar as competições. É seu caso? Então chegou o momento de saber mais sobre a cidade nipônica, com dicas de passeios imperdíveis, onde comer e, claro, comprar. Pois no intervalo entre um evento e outro, não faltam opções.

E quem pode ser seu aliado nesse tour pelo Oriente? Com toda a certeza, a Latam Pass, parceira do Km de Vantagens, da Ipiranga. Com isso, na troca de Km, há vários lotes que permitem a aquisição de passagens com ótimos preços. Agora, vamos para as dicas.

Yo-Koso

Se você não sabe o que está escrito acima, não se preocupe. Pois significa “bem-vindos” – exatamente como você vai se sentir ao desembarcar em um dos aeroportos que atendem Tóquio: o Internacional de Narita (NRT) e o Internacional de Tóquio (TYO). Aliás, o primeiro costuma receber mais voos internacionais.

As primeiras impressões não poderiam ser melhores. Aqui, a cidade consegue unir tradição e modernidade sem perder o charme. Vilarejos, ruas supermovimentadas, baladas, restaurantes tradicionais… É tanta coisa para fazer que é preciso se planejar bem.

CONFIRA TAMBÉM: Opções para aproveitar com a criançada nas férias

Um templo para reflexão

Com toda a certeza, a viagem para o Japão é uma oportunidade mais que especial para conhecer um local lindíssimo: o Templo Senso-Ji, também conhecido como Asakusa Kannon. Na entrada, o Portão do Trovão, ou Kaminarimon, com sua gigantesca lanterna vermelha. Pois ele dá acesso a uma experiência cultural e pessoal ímpar.

No jardim, a paz

Shinjuku Gyoen ganha os visitantes no charme. Aliás, o parque imperial, com área de 58 hectares, possui jardins tanto no estilo japonês como de outros países. Por isso, vale pagar a entrada para apreciar o espaço. Aqui, uma estufa com flores tropicais e subtropicais torna-se uma atração à parte. No local. dá para fazer até um piquenique.

Edifício do Governo Metropolitano

Com 202 metros de altura, dá para apreciar do topo do edifício todo o distrito de Shinjuku, um dos mais significativos da cidade. E o que é melhor: o acesso é gratuito. Nos meses de dezembro e fevereiro, com temperaturas baixas, observa-se o monte Fuji. Dica: a estação mais próxima é a Tocho-mae.

Museu Samurai

E que tal conhecer um espaço totalmente dedicado aos guerreiros nipônicos? Pois o museu fica dentro de um parque. Aliás, o local possui objetos que ajudam a contar a trajetória desses lutadores medievais, como armaduras e espadas, utilizadas em diferentes períodos.

CONFIRA TAMBÉM: Drinques saborosos para aproveitar no verão

Shibuya, uma loucura

Aqui, não há como não se impressionar. Pois o cruzamento, por onde passam milhares de pessoas todos os dias, é um exemplo da grandeza e disciplina dos japoneses. Mesmo com tanta gente, tudo transcorre na maior normalidade até o sinal abrir novamente para os carros. Por sinal, tem as luzes dignas de uma Times Square novaiorquina. Para encher os olhos, especialmente à noite.

Akihabara e os eletrônicos

Distrito do bairro de Chiyoda, é o paraíso dos eletrônicos. Tem lojas com as últimas novidades com preços bem interessantes. Para quem curte cosplay ou animes, então, é o paraíso. No local, acontecem apresentações ao vivo, especialmente nos fins de semana à noite ou nos feriados.

Karaokê: para soltar a voz

Os japoneses amam cantar, especialmente em karaokês. É comum concursos onde eles soltam a voz sem nenhuma inibição. O Karaokê Kan, por exemplo, ficou bem conhecido por conta do filme Encontros e Desencontros. Certamente, um lugar para comer, beber e se divertir sem medo de ser feliz.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Navegação off-line

Fechar