CategoriasEntretenimento

Big Brother e os 20 anos de reality shows no Brasil

Gênero televisivo conquistou a atenção dos brasileiros; relembre alguns reality shows que entraram para a história

Basta olhar na lista dos assuntos mais comentados nas redes sociais que certamente você encontrará debates relacionados ao reality show Big Brother Brasil 20. A vigésima edição do BBB que, na verdade, começou a ser exibido em 2002, pode ser considerada um marco dos 20 anos desse gênero na TV brasileira.

Foram tantos formatos, em diferentes canais, ao longo dessas duas décadas, que dá para fazer uma lista com diversos reality shows. Aliás, várias atrações caíram em cheio no gosto da audiência. Já outras “floparam” feio. Mas, em comum, existe a consolidação de um gênero televisivo muito querido em terras brasileiras.

Mais 10 reality shows da história da TV brasileira

No Limite (Globo)

Pioneiro no Brasil, era uma versão do norte-americano Survivor. Sua jornada começou em 23 de julho de 2000, exibido aos domingos, após o Fantástico. Aqui, os participantes passavam por provas de resistência e testes de convivência. Aliás, a cena do desafio de comer olhos de cabra ficou gravada na história dos reality shows. A atração seguiu por três temporadas, até ser cancelada em 2002. Após oito anos, veio a quarta temporada, mas sem o mesmo impacto.

20 e Poucos Anos (MTV)

Inspirado na matriz The Real World, o programa trazia o dia a dia de oito pessoas em cada edição, que possuíam interesses em comum – às vezes, nem tanto assim. Do rapaz da periferia ao pit-boy abastado, eles se encontravam no programa da velha MTV Brasil. E como esquecer da versão do grupo Raimundos de 20 e Poucos Anos, sucesso na voz de Fábio Jr?

Casa dos Artistas (SBT)

Antes de acertar com a Globo para a realização do BBB, a Endemol, empresa holandesa dona da fórmula, negociou com o SBT. Na ocasião, Silvio Santos não abraçou a ideia. Mas fez à sua moda, com celebridades. Com isso, nascia assim a Casa dos Artistas, em uma casa no bairro do Morumbi, próxima à do dono do SBT. Pois a atração derrotou o Fantástico várias vezes, formou casais inusitados (Supla e Bárbara Paz) e duradouros (Joana Prado e Vitor Belfort), além de ter em Alexandre Frota uma peça fundamental. Certamente, marcou época.

CONFIRA TAMBÉM: Reggae, turismo e história nos 75 anos de Bob Marley

Popstars (SBT)

Aqui, o reality show musical realizado em parceria com a Disney tinha como objetivo a formação de uma girl band. Por isso, mobilizou milhares de pessoas para audições no sambódromo do Anhembi. Após várias fases de seleção, foram escolhidas as cinco meninas que formaram o fenômeno pop Rouge. Aliás, o programa também teve sua versão masculina, que lançou o grupo Br’Oz.

Suprnanny (SBT)

Versão brasileira do reality norte-americano estrelado por Jo Frost, teve no Brasil a marca da pedagoga argentina Cris Poli, escolhida após rigorosa seleção. A missão: reeducar crianças birrentas e seus pais condescendentes. Durante as várias temporadas, contou com relativo sucesso.

O Aprendiz (Record/Band)

“Você está demitido!”. Aqui, a frase imortalizada por Donald Trump na versão norte-americana foi abraçada por Roberto Justus no reality show, onde jovens executivos e empreendedores buscavam vaga de emprego em suas empresas, ou mesmo uma participação societária, por meio da realização de provas. Aliás, as broncas nos participantes que derrapavam na conduta são marcantes. Aqui, outra curiosidade: o programa também teve apresentação do atual governador de São Paulo, João Doria.

The Voice Brasil (Globo)

Reality musical também com origens no exterior, comandado por Tiago Leifert e André Marques (versão Kids). Conseguir virar a cadeira dos técnicos é uma proeza para poucos, mas sair vencedor do programa é ainda mais desafiador. Vale destacar que a atração tem momentos de humor, especialmente quando os técnicos são Ivete Sangalo, Carlinhos Brown ou Lulu Santos. E também de emoção, quando as vozes no palco contagiam a plateia e o público de casa.

Masterchef (Band)

Aqui, o programa conseguiu levar a magia da boa gastronomia para a TV aberta. De quebra, ainda tornou os jurados Erick Jacquin, Paola Carosella e Henrique Fogaça verdadeiras celebridades. Em disputas sobre quem faz o melhor prato, erros não costumam ser perdoados. Comandado pela jornalista Ana Paula Padrão, o programa é de dar água na boca.

CONFIRA TAMBÉM: Gauchão Ipiranga e Libertadores têm jogos decisivos

A Fazenda (Record)

Certamente, a trilha de abertura – uma versão “caipira” de Stayin’Alive, dos Bee Gees – virou marca registrada do reality show dos peões. Enclausurados em uma fazenda onde, entre cuidados com os animais e a horta, enfrentam-se em provas e barracos homéricos. Já teve a apresentação de Britto jr., Roberto Justus e, atualmente, está a cargo de Marcos Mion.

De Férias Com o Ex (MTV)

Aqui, outro reality show que, constantemente, está entre os programas mais comentados. Afinal, em uma casa na praia, homens e mulheres convivem em um ambiente de “azaração” e conflitos, sempre tendo em vista a iminente chegada de um (ou uma) ex. Com isso, esse rearranjo de relacionamentos faz o programa ter brigas e, claro, bastante audiência.

Dica para acompanhar os reality shows

Para quem gosta de curtir os programas brasileiros – e internacionais também – certamente tudo fica melhor em uma grande Smart TV. E, com certeza, o aparelho ideal para você está no Magazine Luiza. Aliás, bons preços não faltam. Afinal, participantes do Km de Vantagens têm ótimos descontos. Portanto, basta aproveitar.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Navegação off-line

Fechar